Local
O empresário Maurício Gehlen foi homenageado com o troféu Clic de Ouro por ter sido escolhido pelo portal de notícias Clic Paraná e a revista Clic Magazine, de Cascavel, uma das personalidades “que faz a diferença no Paraná!”. “Quando nos falaram do projeto do Instituto Maurício Gehlen, que atende mais de mil pessoas no seu Centro de Convivência do Idoso e que sua família abriu mão de uma eventual herança para viabilizar o projeto, eu me perguntei: será que isto existe mesmo? Existe e funciona em Paranavaí”, disse o diretor das publicações Zaqueu Luz ao anunciar o empresário para receber o Troféu.
O evento, considerado pelos presentes como uma “semente do bom exemplo que está sendo plantada”, ocorreu na noite da última quinta-feira (15) no Teatro Municipal de Cascavel e foram homenageadas dez iniciativas em cinco categorias: Ajuda Humanitária, Ação Social (Voluntária), Inovação Tecnológica (Meio Ambiente), Esporte e Cultura. O IMG foi escolhido na categoria Ação Social Voluntária. Segundo Zaqueu, “todos os projetos são dignos do nosso reconhecimento e homenagem por seus relevantes serviços prestados ao estado do Paraná”.
Para escolher as iniciativas que seriam brindadas com o troféu Clic de Ouro, as publicações abriram um espaço no portal, entre os dias 15 de abril e 30 de maio, para que os leitores enviassem reportagens que chamaram a atenção. E dentre as iniciativas, uma comissão escolheu os melhores projetos.
ALEGRIA E EMOÇÃO – Em seu pronunciamento de agradecimento, Ghelen voltou a falar sobre valor da construção e da manutenção, como fez na inauguração do Centro de Convivência do Idoso. Explicou que, o CCI não pode ser valorado financeiramente, mas de outra forma: “Quanto custa o sorriso de um idoso? Quanto vale tirar uma pessoa da solidão? Qual o valor de fazer uma pessoa, após os 60 anos, se sentir útil? Como se mede prolongar e dar qualidade de vida a uma pessoa da terceira idade? Quanto custa receber um abraço de um idoso, receber dele um muito obrigado e ver em seus olhos a alegria de viver? É assim que deve ser medida a importância de um centro de convivência do idoso. Não se mede em números, mas em níveis de satisfação, alegria e emoção”.
Reconheceu que os governos estadual e federal que tomaram posse este ano dão sinais que “começam a olhar com mais carinho para o idoso e a criar políticas públicas de promoção e defesa da pessoa idosa”. Disse, no entanto, que “não podemos deixar tudo sobre os ombros dos governantes. Os empresários também devem fazer a sua parte” e conclamou a categoria a promover políticas de responsabilidades sociais em suas empresas. “Posso testemunhar que quanto mais ajudo, mas recebo de volta. É um ciclo virtuoso”, disse ele.
Finalizou agradecendo sua família, através da sua esposa Márcia e seus irmãos Beatriz e Marcelo; a diretoria voluntária do IMG, através dos diretores Francisco Abbott e Jorge Roberto (que o acompanhou no recebimento do troféu) e as demais pessoas que colaboram nos seus projetos sociais; ao jornalista Zaqueu Luz, que lhe conferiu “esta grande honraria. Não sei se a mereço, principalmente ao olhar a magnitude e a grandeza dos demais homenageados, mas a recebo com humildade” e a “Deus por me dar mais este momento especial em minha vida”.
OUTRAS INICIATIVAS – Além de Gehlen, foram homenageadas outras iniciativas, instituições e pessoas. As que mais chamaram a atenção foi ao caminhoneiro Luiz Eduardo Pimentel (Colombo-PR), que comprou e levou alimentos a refugiados na fronteira com a Venezuela, continua fazendo este trabalho e já programa a quarta viagem; aos integrantes do Corpo de Bombeiros do Paraná que atuaram no resgate das vítimas de Brumadinho–MG. Junto com eles veio a cadela Brida, da raça pastor belga, que também atuou na operação e recebeu uma medalha especial; à Legião Feminina de Combate ao Câncer do Hospital Uopeccan, em Cascavel e Umuarama; e a homenagem especial ao pastor Tomas André, de Cascavel. Ele passou fome quando era criança (dois irmãos morreram de fome), se notabiliza por alimentar moradores de rua.
Além destas pessoas também foram homenageados o apresentador Ratinho pelos 20 anos no SBT e a Banda de Música da Polícia Militar do Estado do Paraná, ambos na categoria cultura; O campeão do vôlei de areia Emanuel Fernando Scheffer Rego, pelo projeto social esportivos “Leões do vôlei” e o Futebol Clube Cascavel, no esporte; e o Projeto Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes – Parque Tecnológico de Itaipu, na categoria Inovação Tecnológica.
A entrega dos troféus também foi uma noite cultural. A abertura foi feita pela Banda da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, de Cascavel, e vários artistas da cidade se apresentaram cantando ou em apresentação instrumental como saxofone e violino.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.