Local
REINALDO SILVA
A Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa) confirmou mais uma morte por dengue, em Medianeira, municípios localizado na região de Foz do Iguaçu. O óbito ocorreu no dia 20 de abril. Com isso, o estado contabiliza 23 pessoas mortas em decorrência da doença.
O boletim semanal da Sesa mostra que o maior número de casos de dengue foi registrado na região de Londrina, 4.098 confirmações. Na região de Paranavaí foram contabilizados 1.673 positivos e três mortes provocadas pela doença. 
As demais regionais de saúde que registraram óbitos foram Londrina (nove), Cascavel (quatro), Foz do Iguaçu (três), Maringá (dois), Campo Mourão (um) e Cornélio Procópio (um). 
De acordo com o boletim da Sesa, o Paraná soma 21.391 casos confirmados de dengue. São 895 a mais do que na semana passada.
Os números são crescentes e revelam que mesmo durante os dias de inverno, com temperaturas mais baixas, existe circulação de mosquitos e transmissão viral. Uma das explicações é a falta de cuidados dos próprios moradores quanto à limpeza de quintais e o descarte de lixo. 
Objetos que acumulam água são potenciais criadouros de larvas do Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus da dengue. Os ovos depositados pelo inseto podem ficar por mais de um ano na superfície desses reservatórios e eclodem quando entram em contato com a água durante períodos de temperaturas elevadas.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.