Local
O historiador (Mestre em História e Sociedade), professor universitário e jornalista Gilson Aguiar (comentarista e âncora da Rádio CBN (Maringá, Cascavel, Vale do Iguaçu e Ponta Grossa), estará em Paranavaí nesta quarta-feira, dia 3, para proferir palestra sobre a ética na sociedade moderna, “uma das polêmicas que a sociedade está vivendo”, segundo ele. 
A palestra terá início às 19 horas e será realizada no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí (ACIAP). O ingresso custa R$ 20,00. “O evento é aberto a empreendedores, colaboradores, políticos, donas de casa, enfim, a toda a sociedade”, diz a presidente do Conselho da Mulher Empresária (ACIAP Mulher), que promove a palestra, Denise Pierin.
Durante a exposição, Aguiar vai responder questionamentos como: É possível ser ético na sociedade atual? As mudanças que nós estamos vivendo podem alterar os nossos comportamentos e os nossos valores? Será que nossa conduta é uma conduta correta ou é correta para quem? Só para nós? Como entendermos as relações que estamos vivendo? E, podemos tirar algum proveito ou mesmo podemos alterar estas relações?
ÉTICA DE LADO? –  A presidente da ACIAP Mulher diz que o tema “Ética no mundo contemporâneo” foi escolhido porque “percebemos que em todas as relações – pessoais, comerciais, empregador-empregado, empregado-empregador – aparentemente a ética foi colocada de lado. A sensação que a gente tem é que não há um comprometimento das pessoas, umas com as outras, não há um empenho em cada um fazer a sua parte – e um pouco além disso”.
Denise Pierin vai além: “Cobra-se muito um comportamento ético do outro, mas não se observa a própria postura, o próprio posicionamento nas pequenas coisas que vão afetar as grandes coisas”. 
Ela explica que a escolha do professor Gilson Aguiar para proferir a palestra é decorrência de seu posicionamento e de “suas falas muito interessantes, inclusive dentro dessa temática. (…) Ele tem uma visão bastante interessante a respeito do tema”.
A presidente reforça que “hoje a gente cobra muito dos políticos, a gente cobra do vizinho, cobra muito do outro, mas será que estamos fazendo tudo aquilo que devemos fazer a respeito? Será que nosso posicionamento ético está tão ético assim?”, arremata ela.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.