Local
REINALDO SILVA
No último sábado (4), unidades de saúde do Extremo-Noroeste do Paraná abriram as portas para fazer a vacinação contra a gripe. O “Dia D” de mobilização garantiu aumento nos índices de cobertura vacinal em toda a região, e três municípios ultrapassaram a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que é imunizar pelo menos 90% da população-alvo.
Em São Pedro do Paraná, 94,17% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários foram vacinadas até sábado. Em São Carlos do Ivaí, o índice chegou a 92,51%. E em São João do Caiuá, 90,28%.
Perto dos 90% de alcance vacinal aparecem Guairaçá (88,79%), Itaúna do Sul (88,04%), Nova Aliança do Ivaí (87,86%), Porto Rico (82,32%), Marilena (81,27%) e Planaltina do Paraná (80,10%).
Por outro lado, alguns municípios vacinaram menos de 70% do público-alvo. É o caso de Diamante do Norte (68,08%), Loanda (68,71%), Nova Londrina (56,16%), Paraíso do Norte (67,97%), Querência do Norte (59,43%), Santa Isabel do Ivaí (58,77%) e Santo Antônio do Caiuá (66,13%).
A vacinação contra a gripe continua até 31 de maio. Destina-se a crianças com seis meses a cinco anos de idade, gestantes, mulheres no período pós-parto (até 45 dias), trabalhadores da área da saúde, profissionais de segurança e salvamento, professores, idosos e pacientes com doenças crônicas. 
Dentro desses grupos, considerados prioritários, apenas o das puérperas, ou seja, mulheres que deram à luz há até 45 dias, ultrapassou a meta, alcançando 94,71%. Os demais estão abaixo de 90%.
A vacina contra a gripe garante proteção contra os três tipos de vírus que provocam os sintomas mais severos: A (H1N1), A (H3N2) e B. Pode demorar até 21 dias para que a vacina tenha efeito completo, por isso, a recomendação é que as pessoas incluídas nos grupos de risco se dirijam a uma unidade de saúde o quanto antes.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.