Local
A organização do Curso de Mandioca que acontecerá nesta quinta e sexta-feira (17 e 18) mudou o local do Dia de Campo. Ele será realizado na Fazenda Maria Luiza, na PR-158, entre a BR-376 e o trevo Paranavaí X Tamboara. Haverá sinalização à margem da rodovia apontando o acesso à propriedade.
No entanto, está mantida a data (sexta-feira), o horário (8 horas) e as atividades, com duas estações: Sistema de Produção para Mandioca, que será conduzida por Marco Rangel e Cleto Lanziani Janeiro (CETEM) e a de Monitoramento de Pragas, com Rudiney Ringenberg.
O Curso começa nesta quinta-feira (17) com a parte teórica no auditório do Sindicato Rural de Paranavaí. As atividades começam às 8 horas Na parte da manhã haverá palestra sobre Manejo de Plantas Daninhas, que será proferida por Neumárcio Vilanova (Unioeste) e Eder Fortuna (Agrícola Andreis) e Sistema de Produção para Boa Qualidade do Amido, com Sigmar Herpich e Jordane Rodrigues (Agrícola Horizonte).
À tarde serão mais três palestras: Manejo Integrado de Pragas da Mandioca, com Rudiney Ringenberg, Desempenho das Variedades de Mandioca da Embrapa, com Marco Antônio Sedrez Rangel e Práticas para a Produção de Material Propagativo com Qualidade Fitossanitária por Helton Fleck da Silveira, todos da Embrapa.
O Curso de Mandioca é uma realização da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Centro Tecnológico de Mandioca (CETEM) e tem o apoio do Sindicato Rural de Paranavaí, Emater, Associação Técnica das Indústrias de Mandioca do Oeste do Paraná (ATIMOP), Associação Brasileira dos Produtores de Amido de Mandioca (ABAM), Sindicato das Indústrias de Mandioca do Paraná (SIMP), Podium Alimentos e Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.