Local
REINALDO SILVA
Alonga aqui, aquece ali e pronto: hora de praticar exercícios físicos. Ontem foi o Dia do Desafio e moradores de diferentes municípios do Noroeste do Paraná participaram de atividades ao ar livre ou em escolas, academias e empresas.
A ideia é estimular as pessoas a deixarem o sedentarismo de lado e adotarem hábitos saudáveis. Por isso, todas as atividades físicas desenvolvidas ontem deveriam ser contabilizadas: o município com mais participações seria o vencedor.
De acordo com as regras do Dia do Desafio, cada pessoa que fizer pelo menos 15 minutos de exercícios deve registrar a participação junto às entidades organizadoras. No caso de Paranavaí, Sesc e Secretaria de Esportes e Lazer. 
Terminado o período de coleta de informações, os dados são computados e comparados aos dos concorrentes: a competição coloca frente a frente cidades com características semelhantes, sejam brasileiras, sejam de outros países da América Latina.
Na região, 21 municípios se inscreveram para o Dia do Desafio. Três (Cruzeiro do Sul, Paranavaí e Santo Antônio do Caiuá) assumiram o auto desfaio, ou seja, estipularam a meta de ultrapassar os números do ano passado. 
Amaporã competiu com São Jorge do Patrocínio (PR), Guairaçá com Boracéia (SP), Guaporema com Cerrito (RS), Jardim Olinda com Rio das Flores (RJ), Loanda com Marti (Cuba), Mirador com São José do Ouro (RS), Nova Aliança do Ivaí com Cruzeiro do Iguaçu (PR), Nova Londrina com Cajobi (SP), Paraíso do Norte com Poranga (CE), Planaltina do Paraná com Bela Vista do Toldo (SC), Porto Rico com Campina do Simão (PR), São João do Caiuá com Porangaba (SP), São Pedro do Paraná com Taciba (SP), Tamboara com Patânia (SP), Terra Rica com Granada (Colômbia), Diamante do Norte com Huiloapan (México), Itaúna do sul com Portezuelo (Chile) e São Carlos do Ivaí com Lagoão (RS).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.