Local
Em defesa da justiça social, dos direitos humanos e do aperfeiçoamento das instituições. Na noite de sexta-feira (29 de março), novos advogados prestaram juramento e receberam o certificado de aptidão profissional, em Paranavaí.
Devidamente habilitadas para o exercício da advocacia, 38 pessoas participaram do ato, “um compromisso firmado perante a comunidade”, destacou a vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Paraná, Marilena Winter. 
O momento especial na carreira de cada novo advogado foi prestigiado por familiares e amigos. Nas palavras da presidente da OAB de Paranavaí, Célia Aparecida Zanata, a cerimônia “representa a trajetória que se inicia”. 
O pronunciamento seguiu com palavras de motivação. “Vocês são portadores da luz que iluminará os caminhos daqueles que mais precisam. Têm a possibilidade de fazer parte da história em prol da democracia”, disse a presidente da OAB de Paranavaí.
Conselheiro estadual da OAB-PR e integrante da Comissão Especial de Defesa do Consumidor, Anderson Donizete dos Santos enfatizou que os advogados precisam atuar com ética, sem deixar de lado a valorização profissional. 
DEMOCRACIA – Santos salientou que a OAB “sempre esteve ao lado dos cidadãos brasileiros, por respeito à Constituição Federal”, lutando pela igualdade, pelo estado democrático de direito. Além disso, a entidade de classe faz a “defesa intransigente das prerrogativas profissionais”.
Para a vice-presidente da OAB-PR, “não há democracia sem justiça”. O papel dos advogados é falar em nome daqueles que não têm voz. Ajudar. “Que a estrela guie seus caminhos. Que o brilho da magnitude dessa profissão guie seus passos”, disse Marilena Winter.
A avaliação da presidente da OAB de Paranavaí é que os advogados são os primeiros juízes das causas. Por isso, precisam trabalhar com criatividade e persistências. “Sejam defensores do futuro brilhante que será construído pelas gerações vindouras”, declarou Célia Aparecida Zanata.
Formação acadêmica e preparação para atuar profissionalmente
O exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) determina a aptidão para a atuação profissional. Dividido em duas etapas, avalia os conhecimentos teóricos e práticos dos concorrentes.
Nesse contexto, a formação acadêmica garante a preparação de que os futuros advogados precisam para iniciar a carreira. Durante os anos em que passam pelo ensino superior, os estudantes têm contato com diferentes áreas de atuação, adquirindo ampla perspectiva quanto ao compromisso profissional.
De acordo com a coordenadora do curso de Direito da Universidade Paranaense (Unipar), campus de Paranavaí, Angélica Giosa Candido, é preciso preparar os futuros advogados com conhecimentos éticos e humanísticos.
Na noite de sexta-feira (29 de março), 38 advogados receberam o certificado e a habilitação para atuação profissional. A solenidade foi na sede da OAB de Paranavaí e reuniu 26 alunos egressos da Unipar. A maioria concluiu o curso de Direito em 2017 ou 2018.
Segundo Angélica Giosa Candido, a principal preocupação é formar profissionais qualificados e preparados para atuar com ética e compromisso com a democracia. A aprovação no exame da OAB é consequência desse processo de aprendizagem.
A qualidade do curso oferecido pela Unipar se revela no índice de aprovação no processo de avaliação da OAB: 60% dos estudantes obtêm sucesso. Muitos conseguem antes mesmo de concluir o último ano do curso.
Formados pela Unipar, advogados falam das perspectivas profissionais
De estudantes de Direito a advogados devidamente habilitados. Na noite de sexta-feira (29 de março), 38 pessoas receberam o certificado da Ordem dos Advogados do Brasil. Foi o início de mais uma etapa na carreira de cada um.
Entre os participantes da cerimônia de juramento, 26 são egressos da Universidade Paranaense (Unipar), campus de Paranavaí. Alguns falaram sobre os sonhos até chegar à universidade. Avaliaram o processo de preparação acadêmica. E apontaram as perspectivas profissionais daqui para frente.
Liziane Batista de Araújo Marconi disse que a advocacia propõe desafios diários. A formação universitária, no entanto, garante a bagagem necessária para enfrentá-los e superar cada um. “Garante o conhecimento de que precisamos.” Com a carteirinha da OAB em mãos, está abrindo um escritório de advocacia para atuar profissionalmente.
Raul Marconi também apontou a importância da academia. Disse que a formação oferecida pela Unipar é de alta qualidade, com profissionais capacitados para preparar os advogados. Por isso, afirmou: “Espero um futuro promissor”. Na opinião dele, receber a habilitação da OAB representa o término de uma etapa e o início de uma nova.
Gleysislaine Andrea Soares de Oliveira contou que cursar Direito era um sonho de infância. A Unipar apareceu como primeira opção na hora de definir onde faria o ingresso na vida acadêmica. Elogiou o sistema de ensino e disse que se sente pronta para mostrar todo o potencial que tem. “Agora, vou lutar para ter sucesso em minha carreira.”
Ronildo Roland Bicheri Filho falou sobre o auxílio que recebeu dos professores ao longo dos anos em que passou pela Unipar, as monitorias, os estágios. “Sempre foram muito acessíveis”, destacou. O curso de Direito foi um divisor de águas na vida do novo advogado: “Senti muita afinidade. Foi onde me encontrei”. Atuar na defesa do consumidor está entre as pretensões profissionais.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.