Local
REINALDO SILVA
O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Governo Federal, mostra que em abril Paranavaí teve desempenho negativo na abertura de postos de trabalho. Foram 783 contratações e 826 demissões, saldo de menos 43. Foi o segundo mês consecutivo em que o município registrou mais desligamentos do que admissões. Em março, o resultado foi menos 152.
Considerando o primeiro quadrimestre de 2019, as empresas de Paranavaí também não apresentaram números positivos quanto à geração de empregos. Ao longo do período, 3.276 pessoas ingressaram no mercado de trabalho e 3.330 foram demitidas, totalizando -54. No acumulado de 12 meses, o saldo é positivo: 147.
Nos anos anteriores, abril apresentou números mais favoráveis. Em 2018, Paranavaí admitiu 828 trabalhadores e demitiu 699, um total de 129 novos empregos com carteira assinada. Em 2017, 691 pessoas foram contratadas e 591 deixaram o trabalho – saldo de 100.
Na comparação com outros municípios da macrorregião Noroeste do Paraná, Paranavaí apresentou resultado mais baixo em abril deste ano. Em Cianorte, por exemplo, foram 40 contratações a mais do que demissões. Em Maringá, 933. Já em Umuarama, o saldo também foi negativo, -24.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.