Local
Investimentos em uma nova piscina, poço artesiano, uma caixa d’água de grande porte e em móveis para os quiosques e lanchonete, vão inviabilizar que a Associação dos Servidores Municipais de Paranavaí (Asempar) promova o tradicional almoço do Dia do Servidor, comemorado em 28 de outubro. “Estamos investindo cerca de R$ 50 mil na estrutura do nosso clube. Entre realizar a festa, que é justa, mas passageira, e deixar um benefício definitivo para os associados, fizemos a segunda opção”, diz a presidente Nair Marim.
Nos últimos quatro anos, o número de associados da Asempar mais que dobrou, passando de cerca de 670 para mais de 1.400. Com um número maior de frequentadores houve a necessidade de ampliar a estrutura. “Um dos nossos compromissos era construir uma nova piscina e é o que estamos fazendo”, diz Nair. Atualmente a Asempar tem uma piscina de 10 m X 4,5 m. A que começou a ser construída esta semana é maior: 15 m X 6 m. As duas ficarão à disposição dos associados. A previsão é de que a nova piscina seja inaugurada no final do novembro.
A tesoureira Edileuza Aparecida Brito dos Santos diz que o aumento do número de frequentadores e agora com a nova piscina, o consumo de água, que já era grande, vai ficar maior. “Estamos gastando cerca de R$ 1.500 de água por mês. Por isso, entendemos que havia necessidade de um poço artesiano, que vai se pagar em pouco tempo”, relata ela.
A Asempar também está orçando caixas d’água de 10 a 20 mil litros para, se houver uma queda de energia elétrica, ter um reservatório que possa suprir a necessidade temporariamente. “Vamos usar água da Sanepar só em último caso”, relata o vice-presidente Gabriel dos Santos Luiz.
SITUAÇÃO EQUILIBRADA – A Diretoria que assumiu o cargo no começo do ano vem mantendo a mesma política de austeridade e buscando novos associados. A inadimplência foi reduzida bastante, quase zerada, houve redução no número de funcionários e tomadas outras medidas para manter a situação financeira equilibrada, segundo informa a tesoureira Edileuza dos Santos.
“O nosso desejo era fazer a nova piscina, o poço artesiano, comprar mesas e cadeiras e a caixa d’água e, ainda, fazer a festa para comemorar o Dia do Servidor, mas isso não é possível. Estamos comprando tudo parceladamente para não desiquilibrar nossas finanças. A promoção de uma festa iria desestabilizar financeiramente a Asempar. E isto não podemos permitir. A prioridade é fazer a manutenção e a modernização do clube. E É isso que estamos fazendo. Mas no ano que vem, se tudo correr bem, faremos a nossa tradicional comemoração”, diz a presidente.
Além destes investimentos, a diretoria modernizou a administração, recuperou mesa e banco do salão do campo, trocou telhas, beiral e madeiramento da cobertura do salão de festas, que ganhou rufos nas laterais, e adquiriu novas grelhas para as churrasqueiras do quiosque. Em breve será instalado sistema de irrigação no campo de futebol, já com água do poço artesiano.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.