Local
ADÃO RIBEIRO
Os rebanhos bovino e bubalino paranaenses com até 24 meses devem ser vacinados contra a febre aftosa. A campanha, iniciada no dia 1º, segue até 31 de maio. Em todo o Paraná serão imunizadas cerca de 4,1 milhões de cabeças. 
Esta pode ser a última campanha de vacinação no Estado, já que o Paraná entra numa fase decisiva para se tornar área livre de aftosa sem vacina. Atualmente o Paraná é reconhecido como área livre, mas com vacinação. 
Como sempre ocorre nas campanhas, o produtor deve comprovar a vacinação presencialmente numa unidade da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) ou pela internet, no site www.adapar.pr.gov.br. 
Os produtores que não cumprirem a obrigatoriedade poderão ser autuados. A não vacinação ou não comprovação implica em multa, definida conforme a quantidade de animais. O valor-base segue a Unidade Padrão Fiscal do Paraná (UPF), que chegou ao valor de R$ 102,49 em abril de 2019.
O rebanho bovino total na região de Paranavaí é de 970 mil cabeças. A atividade permanece sendo uma das mais importantes economicamente, com reflexos no desenvolvimento das cidades. 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.