Local
REINALDO SILVA
O Partido dos Trabalhadores (PT) elegerá, no próximo domingo (8), a nova diretoria municipal. A chapa única, “Lula Livre” terá 16 membros do diretório, comissão de ética e conselho fiscal. Quem encabeça o grupo é Nivaldo Mattos (Nivaldinho).
O encontro será na Câmara de Vereadores de Paranavaí e se estenderá das 9 às 17 horas. Todos os mais de 600 filiados são convidados para participar do processo eleitoral e das discussões que serão levantadas ao longo do dia.
De acordo com o atual presidente do diretório municipal, Silvio Alexandre dos Santos, a atual executiva permanecerá até dezembro. A nova diretoria tomará posse em janeiro, depois de realizadas as reuniões do partido em todos os estados e em nível nacional.
Ele explicou que durante o primeiro semestre, o PT fez planejamentos e encaminhamentos para as ações a serem realizadas no restante do ano. As atividades incluirão reuniões do partido nos bairros da cidade e elaboração do plano de governo com base nos anseios da comunidade.
Santos disse que ainda é cedo para apontar nomes para as eleições municipais de 2020, mas garantiu que o PT irá estruturar chapa competitiva de vereadores e pensar na indicação para prefeito. Tudo isso será possível após o contato com os moradores e a estruturação das diretrizes partidárias.
Na avaliação de Nivaldo Mattos, o Partido dos Trabalhadores está sob ataques pesados que partem de diferentes segmentos da sociedade. Isso tem acontecido desde a campanha pelo impedimento da presidente Dilma Rousseff, que se concretizou em 2016.
De lá para cá, disse Mattos, foram diversos ataques aos direitos do povo. Houve agravamento da crise a partir do governo de Michel Temer, que assumiu a Presidência da República com a saída de Dilma Rousseff. “Ele promoveu uma verdadeira caça aos trabalhadores.”
Diante da percepção de que as minorias sociais e as camadas mais vulneráveis socialmente estão sendo prejudicadas, Mattos considerou inevitável comparar aos anos em que o PT esteve à frente do Governo Federal: trabalhadores com direitos garantidos, benefícios para pequenos empresários, casa própria e tantas outras conquistas.
O novo cenário que se desenha desde 2016 torna necessário retomar o contato com a base, voltar às ruas, estar próximo ao povo. E mostrar que é possível recuperar a credibilidade do PT, expondo os verdadeiros valores da sigla. “Trabalho de base com formação política”, pontuou o vereador Carlos Alberto João.
Ele enfatizou que o Partido dos Trabalhadores tem respostas para sair da crise, tem propostas voltadas para o bem-estar dos trabalhadores e das minorias. Ao que o petista Gustavo Poldo de Souza acrescentou: “Com tudo isso que vem acontecendo, fica mais fácil expor os valores do partido e fazer com que as pessoas entendam”.
Para João Francisco de Paula, um dos fundadores do PT em Paranavaí, a sigla tem crescido na cidade e conquistado apoios importantes ao longo de todas essas décadas de existência. Isso foi possível até agora, por causa das conquistas que o partido possibilitou ao povo.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.