Local
REINALDO SILVA
Apenas quatro municípios do Noroeste do Paraná não atingiram a meta estipulada pelo Ministério da Saúde para a campanha de vacinação contra a gripe e estão abaixo dos 90% de alcance vacinal: Amaporã (88,64%), Inajá (88,36%), Paranapoema (88,62%) e Paranavaí (83,07%).
Os números são da 14ª Regional de Saúde e foram atualizados na quarta-feira (5). Apontam que o grupo com menor cobertura foi o de pacientes com doenças crônicas. A média entre todos os municípios do Noroeste do Paraná foi de 69,87% de imunização. O menor índice é de Paranavaí, 46,55%.
Entre as gestantes, a média regional também ficou abaixo da meta, atingindo 88,13%. Nos demais grupos prioritários, os resultados foram positivos: crianças de seis meses a cinco anos de idade, 97,94%; trabalhadores de saúde, 98,46%; puérperas, 108,37%; idosos, 101,03%; e professores, 123,70%.
A vacinação exclusiva para esse público terminou no dia 31 de maio. Depois disso, as unidades de saúde com doses remanescentes passaram a disponibilizar a vacina para o restante da população. Mas os estoques não foram renovados, por isso, a imunização foi estendida somente enquanto ainda houvesse doses.
CASOS DE GRIPE – Números da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) mostram que em uma semana o Paraná registrou 33 novos casos de gripe Influenza, totalizando 146 ao longo do ano. São situações em que o quadro do paciente se agravou e foi preciso internar.
Em todo o estado já são 43 mortes, em diferentes regionais: Foz do Iguaçu, 10; Metropolitana de Curitiba, nove; Cascavel, seis; Paranavaí, quatro; Paranaguá, três; Campo Mourão, 3; Toledo, duas; Umuarama, uma; Maringá, uma; Apucarana, uma; e Londrina, uma.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.