Local
REINALDO SILVA
O reitor da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Antônio Carlos Aleixo, defendeu a implantação de novos cursos de graduação nas áreas de saúde e engenharia. “Precisamos expandir a atuação”, disse. Também falou sobre a falta de professores e funcionários do setor administrativo da instituição.
Na manhã de ontem (10), Aleixo apresentou as novas instalações da reitoria da Unespar, no Centro de Paranavaí. Trata-se de um imóvel alugado e que será a sede da estrutura administrativa até que o prédio definitivo seja construído. O processo de transferência do terreno já está em andamento na prefeitura.
A ocasião foi marcada por uma exposição dos trâmites que levaram faculdades isoladas em diferentes municípios do Paraná a se unirem para compor a Unespar. A explicação ficou por conta da professora Edinéia Navarro. 
Foram apontados os avanços que a consolidação da universidade proporcionou nos âmbitos pedagógico e científico, além da contribuição para o desenvolvimento econômico das regiões onde há campus da instituição.
Mas, apesar das conquistas, a Unespar enfrenta dificuldades importantes, como a falta de professores. Desde 2012, 133 docentes deixaram a instituição. Até agora, nenhum profissional foi contratado para fazer a reposição. O quadro técnico também está defasado.
Nesse cenário, a Unespar aguarda o recredenciamento junto ao Sistema Estadual de Ensino do Paraná. Os trâmites tiveram início em 2017 e deverão ser concluídos ainda em 2019, com validade por mais cinco anos. 
Representantes da sociedade civil organizada, funcionários da reitoria e do campus universitário de Paranavaí e diretores da Unespar participaram do evento.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.