Local
Será na próxima segunda-feira (08), às 16 horas, no Sindicato Rural de Paranavaí, a reunião de grandes empresas consumidoras de eletricidade, para discutir novas alternativas de geração de energia. A informação é do produtor rural Demerval Silvestre, um dos coordenadores da Sociedade Civil de Paranavaí, que está liderando as discussões sobre o assunto. Técnicos da área de energia elétrica também participarão do encontro.
A maioria das empresas é do setor agroindustrial, que já vem reclamando da qualidade do abastecimento da energia e pedindo a instalação de uma segunda subestação da Copel em Paranavaí. Agora querem alternativas mais baratas e ambientalmente corretas. A energia fotovoltaica vem ganhando espaço nesta discussão e se apresentando como a opção mais rápida e eficiente.
A Sociedade Civil de Paranavaí vem estimulando o uso de fontes alternativas de energia. No mês passado foi apresentado aos interessados como funciona uma cooperativa de créditos de energia fotovoltaica. Mas ainda há dúvidas se a melhor forma dos geradores e consumidores se organizar é através de cooperativa ou de condomínio e se a atuação deve ser no sentido de só aproveitar (e comercializar) o excedente já existente ou investir numa grande usina.
Estudos apontam que Paranavaí é a cidade com maior índice de irradiação solar do sul do Brasil. Foi esta condição, por exemplo, que levou o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) a investir quase R$ 10 milhões numa usina de 2 MG com 6.200 placas fotovoltaicas, inaugurada recentemente. Outros órgãos avaliam também instalar usinas semelhantes na cidade, com maior e menor potência de geração.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.