Local
REINALDO SILVA
As altas temperaturas e a falta de chuvas regulares provocaram a redução no nível de água do Ribeirão Arara, responsável por 80% do abastecimento de Paranavaí. Com 60 centímetros a menos, a vazão caiu de 200 para 120 litros por segundo. 
De acordo com a Sanepar, ainda não há desabastecimento, mas o risco existe. Por isso, o apelo é para que a população faça o consumo racional de água. O uso prioritário deve ser para alimentação, higiene pessoal e limpeza da casa, sem desperdícios. 
As orientações incluem: reduzir a lavagem diária de roupas, acumulando o suficiente para utilizar a capacidade máxima da máquina de lavar; não utilizar água da mangueira para varrer e lavar calçadas; diminuir o tempo do banho; e fechar a torneira da pia para escovar os dentes. 
Na hora de lavar as louças, feche a cuba da pia, deixando um pouco de água, ensaboe todos os itens e enxágue com água limpa. Em vez de mangueira, utilize balde na hora de lavar o carro. A água da máquina de lavar pode ser aproveitada para outras tarefas domésticas.
A assessoria de imprensa da Sanepar informou que enquanto as chuvas estiverem escassas e as temperaturas elevadas, a situação de Paranavaí continuará preocupante, o estado é de alerta. 
Sem os devidos cuidados, o município poderá enfrentar a mesma situação de Cascavel, onde foi preciso adotar o regime de rodízio para o consumo de água, com horários de abastecimento programados para diferentes regiões da cidade. 
SERVIÇO – Para obter outras informações e tirar dúvidas, basta acessar o Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar, pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Também é possível utilizar o aplicativo para celular Sanepar Mobile. 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.