Local
REINALDO SILVA
A revitalização do terreno utilizado para depósito de lixo, na Vila Operária, em Paranavaí, já começou. Nesta primeira etapa, os serviços se concentram na construção da calçada externa e na instalação do alambrado. Outros trabalhos serão realizados até que o local seja transformado em um ecoponto. 
O secretário municipal de Meio Ambiente, Ramiro Kulevicz, disse que a expectativa é implantar o novo formato de descarte de resíduos até o início de 2020. “Estamos fazendo um grande esforço para que o ecoponto já esteja funcionando em janeiro ou fevereiro.” Por enquanto a Prefeitura de Paranavaí está levantando custos.
Serão quatro ecopontos espalhados pela cidade. Além da Vila Operária, onde hoje funciona o depósito de entulhos, haverá um no Jardim São Jorge, um no Jardim Morumbi e outro próximo ao Distrito de Sumaré. Se as condições financeira permitirem a Administração Municipal acrescentará o quinto ecoponto ao projeto.
De acordo com Kulevicz, a ideia é que haja regras bem definidas para o descarte de lixo e fiscalização. Por isso, a preparação do ecoponto da Vila Operária inclui o uso de câmeras de monitoramento, portões e horários de funcionamento. Além disso, mais postes de iluminação serão colocados ali.
O secretário falou, ainda, sobre o plantio de árvores dentro do terreno, com o intuito de formar uma cerca verde. As plantas reduzirão a saída de poeira do depósito de entulho e deixarão o ambiente com aspecto mais bonito. A área externa também receberá mudas de árvores.
O investimento nesta primeira fase dos trabalhos é de aproximadamente R$ 100 mil. Já a etapa de construção dos ecopontos, com caçambas e contêineres para os descartes, depende da conclusão dos projetos, o que deverá acontecer dentro de duas semanas. A partir de então, será possível iniciar o processo de licitação.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.