Local
REINALDO SILVA
O Sindicato dos Empregados no Comércio de Paranavaí (Sindoscom) reivindica 8% de reajuste salarial para a categoria. Com isso, o valor mínimo a ser pago para os trabalhadores passaria dos atuais R$ 1.337,46 para R$ 1.444,46. 
A proposta faz parte do rol de reivindicações que deverá ser entregue na manhã desta sexta-feira (17) para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Paranavaí (Sivapar), Edivaldo Cavalcante.
A lista de propostas foi definida durante assembleia organizada pelo Sindoscom no dia 8 de maio. Na ocasião, funcionários de estabelecimentos comerciais da cidade conversaram sobre as condições de trabalho e ajudaram a elaborar o documento.
Feita a entrega do rol de reivindicações, os lojistas se reunirão para avaliar os termos. A partir de então, Cavalcante e a presidente do Sindoscom, Leila Vanda Aguiar, darão início às negociações para a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).
A CCT é o acordo formal entre os dois sindicatos – patronal e laboral. Trata-se do documento que especifica como devem ser as relações trabalhistas no comércio de Paranavaí. Tem vigência de um ano.
O documento atual tem validade até 31 de maio, portanto, as negociações precisam ser concluídas o mais rapidamente possível. No entanto, o presidente do Sivapar disse acreditar que se estenderão até junho.
Para evitar que patrões e empregados fiquem legalmente desamparados durante o período de negociações, uma das possibilidades é fazer a prorrogação da Convenção Coletiva de Trabalho em vigor. 
Para isso, é preciso que os dois sindicatos sejam favoráveis. Assim, não haverá problemas em relação à abertura das empresas em horário estendido nos dois primeiros sábados do mês, por exemplo, ou quanto a outros termos constantes na CCT.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.