Local
Sindicatos de trabalhadores, entidades estudantis e movimentos populares de Paranavaí já começaram a organizar a greve geral, convocada para o próximo dia 14, em protesto contra a reforma da Previdência Social. A última reunião aconteceu na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Paranavaí (Sinserpar) e contou com a presença de representantes dos sindicatos dos Bancários, dos Trabalhadores Rurais, SINDEDUTEC (UFPR), APP-Sindicato, estudantes do IFPR, Anpir (Movimento Negro), CUT e ConLutas. O Sindicatos dos Comerciários e estudantes e professores da Unespar participam da organizam e justificaram a ausência.
Os organizadores do movimento já definiram que no dia 14 vão promover um grande ato contra a reforma da previdência no centro da cidade. Será das 9 às 12 horas, com a concentração em frente a agência do Banco do Brasil, seguindo depois pelas principais ruas da cidade. Haverá manifestações em um carro de som, que vai “puxar” a caminhada.
Até o dia 14, os organizadores vão se reunir com lideranças religiosas, estudantis e comunitárias, visando ampliar o número de participantes no movimento do dia 14. Também neste período serão realizadas reuniões plenárias para engrossar a manifestação. Já estão marcadas reuniões no Sindicato dos Trabalhadores Rurais (nesta quinta-feira, dia 6), Sinserpar (sexta-feira, dia 7) e Unespar (dia 10 ou 11). Deverá ser agendada uma reunião com a cúpula da Igreja Católica e com o Conselho de Pastores.
O tema da Greve Geral e dos movimentos populares será “Reaja Agora ou Morra Trabalhando”. Segundo o presidente do Sinserpar, Gabriel dos Santos Luiz, a maioria dos trabalhadores ainda não tem consciência do impacto negativo que a reforma da Previdência Social terá na vida dos trabalhadores. “Esta reforma atinge todo mundo, servidores públicos e da iniciativa privada e temos que reagir. Nossos direitos serão subtraídos se a reforma for aprovada como está sendo proposta”, alerta ele.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.