Local
Os servidores públicos municipais de Paranavaí se reúnem na noite desta sexta-feira, dia 7, em Assembleia Geral Extraordinária para discutir a Reforma da Previdência Social, que está em discussão no Congresso Nacional. O Sindicato da categoria (Sinserpar) convocou os servidores para a Assembleia em sua sede, às 19 horas, para tratar do assunto.
Segundo o presidente do Sindicato, Gabriel dos Santos Luiz, se a reforma for aprovada da forma como o Governo está propondo, “haverá um grande prejuízo para os trabalhadores das empresas privadas e dos órgãos públicos”. Ele avalia que a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) vai alterar muito o atual sistema e prejudicar fortemente os trabalhadores.
“Muitos trabalhadores não têm conhecimento das mudanças. E alguns são favoráveis só porque votaram no atual governo e acham que ele está certo. Não é bem assim”, comenta Santos. Ele lembra, por exemplo, que será alterada a idade para aposentadoria. Os homens passarão para 65 anos e mulheres 62 anos. “O pior é que se a proposta atual passar, o Governo poderá alterar a idade com base apenas na expectativa de vida da população, sem necessidade de discutir o assunto e consultar o Legislativo”, adverte o presidente.
Ele lembra ainda que os professores perderão a aposentadoria aos 25 anos de contribuição. “Agora serão 30 anos de contribuição, mas se o segurado não tiver 60 anos, receberá apenas 80% da aposentadoria real”, diz o líder sindical.
“Estamos esperando que venha um grande número de associados. O assunto é grave e tem que ser discutido”, reforça ele, lembrando que o Sinserpar vai apoiar as manifestações prevista para o próximo dia 14, quando haverá protestos em todo o país contra a reforma da Previdência Social.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.