Local
REINALDO SILVA
Os profissionais que atuam na área de saúde formam o grupo com menor índice de vacinação contra a gripe. Até a tarde de terça-feira (30 de abril), apenas 35,43% tinham sido imunizados em todo o Extremo-Noroeste do Paraná. 
A campanha nacional de vacinação teve início no dia 10 de abril e também tem como público-alvo crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, mulheres que deram à luz há até 45 dias (puérperas), idosos, professores, pacientes com doenças crônicas e servidores do setor de segurança.
O maior percentual de pessoas imunizadas contra a gripe está no grupo de puérperas, 87,99%. A cobertura vacinal entre crianças e gestantes chegou a 64%. Em relação aos idosos, o índice registrado até a tarde de terça-feira foi 47,65%. 
No quadro geral, o Extremo-Noroeste do Paraná tem 52,65% de cobertura vacinal, mas a meta é alcançar pelo menos 90% do público-alvo até o dia 31 de maio, data programada para o fim da campanha.
A vacina protege contra os três tipos de vírus que causam maiores danos para o organismo: A (H1N1), A (H3N2) e B-Victoria. As pessoas imunizadas manifestam sintomas menos agressivos, o que reduz o número de internamentos e mortes provocados pela doença.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.