Local
REINALDO SILVA
Nesta semana, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Paranavaí completará 30 dias de funcionamento. Aberta 24 horas por dia, substituiu o Pronto Atendimento Municipal na prestação de serviços de urgência e emergência, mas herdou um problema antigo: a recepção de pacientes sensíveis à atenção básica.
Secretária de Saúde de Paranavaí, Andréia Vilar explicou que a UPA 24 horas deve ser o destino de pessoas com sintomas graves, por exemplo, febre muito alta, crise convulsiva, dor torácica aguda ou algum tipo de complicação de doenças crônicas. 
Por outro lado, dores de cabeça ou em outras partes do corpo, gripe e acompanhamento rotineiro de problemas crônicos são passíveis de atendimento nas unidades básicas de saúde. Se houver necessidade, esses pacientes serão encaminhados para a UPA.
Uma das estratégias adotadas pela equipe da Secretaria de Saúde para amenizar a situação é a classificação de risco de acordo com o Protocolo de Manchester. Trata-se de uma dinâmica de triagem dos pacientes que define quem tem prioridade para receber os cuidados médicos.
As pessoas com problemas que podem ser resolvidos nas UBSs são contrarreferenciadas, ou seja, encaminhadas para um posto de saúde. Assim, podem ter certeza de que serão atendidas sem precisar esperar por muito tempo, como aconteceria se permanecessem na UPA.
De acordo com Andréia, outros fatores têm contribuído para tornar o atendimento mais célere e eficiente na UPA 24 horas. Além da estrutura física mais ampla e dos novos equipamentos, mais funcionários foram contratados. “Com isso, diminuímos o período entre as consultas”, afirmou a secretária. 
São seis técnicos de enfermagem e um enfermeiro a cada turno. A UPA 24 horas dispõe, ainda, de dois plantonistas, um médico das 15 às 19 horas e pediatra pela manhã e à tarde. Além disso, há farmacêuticos, auxiliares de farmácia, motoristas, agentes de conservação e profissionais administrativos.
Pelas redes sociais, o prefeito Carlo Henrique Rossato Gomes (Delegado Caíque) afirmou que está fazendo um levantamento de dados sobre os atendimentos na UPA ao longo do mês. “Usarei toda minha experiência na área de inteligência para encontrar os gargalos e trazer as soluções mais viáveis”, escreveu, referindo-se aos episódios de demora para atender os pacientes.
A UPA 24 horas fica na Avenida Tancredo Neves, próximo ao Hospital Regional.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.