Paranavaí
Um homem de 29 anos foi preso anteontem à noite em Paranavaí. Ele é acusado de agredir a mulher, conforme detalham os registros da Polícia Militar. A vítima, 27 anos, disse ter sido agredida outras vezes. Porém, não pedia ajuda por ter medo da reação e também porque era ameaçada pelo companheiro. 
Mas, ao ser agredida com chutes e socos, além de ter sido segurada pelos cabelos e arremessada contra a parede, tomou a decisão de denunciar. 
A Polícia Militar foi acionada pouco antes das 20 horas e compareceu na Rua Benedito Brambila, Vila Alta, sendo que a informação inicial era de uma briga de casal. 
Os policiais constataram que se tratava de uma agressão. O marido, descrito nos registros como convivente, chegou em casa embriagado e resolveu partir para a violência, aparentemente sem motivo. 
Detido, acabou levado para a Delegacia de Polícia Civil e autuado em flagrante com base na Lei Maria da Penha, de proteção à mulher contra a violência doméstica. 
Titular da Delegacia de Mulher, a delegada Fernanda Bertoco Mello confirmou que a fiança foi arbitrada em R$ 1 mil. Não havia sido recolhida até o final da tarde. O suspeito não tem passagens anteriores por violência doméstica. 
A mulher detalhou em depoimento que o convivente chegou em casa e passou a beber pinga com tubaína. Depois, foi até um estabelecimento comercial, onde comprou mais uma garrafa de pinga. Então, voltou para casa, ficando violento, gerando os desentendimentos e a agressão que culminaria na detenção em flagrante. 
MANDADO DE PRISÃO – Uma equipe da PM deteve no começo da noite desta segunda-feira um homem de 47 anos. Ele foi bordado na Rua Lino Moriggi, Jardim Renascer. Os policiais constataram que ele tinha um mandado de prisão por lesão corporal (artigo 129 do Código Penal).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.