Policial

Uma ação conjunta do 12º Batalhão e o Centro de Inteligência da Polícia Militar, em Curitiba, resultou na prisão de um homem condenado a 76 anos de prisão, foragido do sistema penitenciário há aproximadamente um ano. Ele tem dezenas de passagens por homicídios, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. No momento da prisão foram apreendidas uma pistola e munições. O trabalho foi realizado anteontem e divulgado nesta terça-feira.

O homem já tinha sido preso pela Polícia Militar em 2019 e, segundo a Corporação, é um dos líderes de uma organização criminosa. A fuga dele ocorreu com o rompimento da tornozeleira eletrônica em abril do ano passado, quando foi beneficiado com a concessão de prisão domiciliar por conta da pandemia do coronavírus. A Polícia Militar, que já tinha o histórico criminoso dele, iniciou buscas sobre o paradeiro do condenado.

“Foi preso em um restaurante de luxo, numa ação com o sistema de inteligência. Agia na região de Campo Largo e, segundo informações, diversos homicídios que estavam ocorrendo naquela região são devido a ação dele”, disse o comandante do 12º Batalhão, major Marcelo Krainski.

Com o ele, havia uma pistola de calibre 9mm, 37 munições, carregador, colete balístico, documento falso e uma peruca, para ajudar no disfarce. De acordo com a PM, o homem esteve preso na Penitenciária Estadual de Piraquara e já fugiu em outras ocasiões, além de ser alvo de uma tentativa de resgate durante uma transferência.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.