Região
Reinalci Barbosa Pereira: “Muitos investimentos refletem aquecimento do setor”
Foto: Ivan Fuquini

Reinalci Barbosa Pereira é secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário e Paranavaí e Região. Ele afirma que a construção civil é uma das bases da economia brasileira e avalia que o setor está em franco desenvolvimento.

A análise é baseada na grande procura por trabalhadores qualificados. “Está faltando mão de obra, os profissionais capacitados estão empregados. Quem quer contratar não está conseguindo.” Ele cita o caso de um empreendimento em Paranavaí cujo início das obras atrasou por falta de profissionais.

Em Paranavaí e Porto Rico, por exemplo, são diversas frentes de construção: condomínios, resorts, casas e prédios comerciais. “Muitos investimentos refletem no aquecimento do setor.”

Pereira também fala sobre a questão salarial. Diz que o aumento na procurar por profissionais e a demanda constante contribuíram para a conquista de melhor pagamento para quem trabalha na construção civil. Na semana passada, patrões e empregados concluíram as negociações para o acordo coletivo: a categoria obteve reajuste de aproximadamente 3% e aumento nos benefícios.

Profissionais qualificados estão empregados. Demanda segue alta
Foto: Ivan Fuquini

O secretário-geral também evidencia o fato de esses resultados positivos movimentarem a produção de móveis, cimento, telhas, pisos e estruturas metálicas, entre outros segmentos ligados à construção civil. Mesmo com a crise em meio à pandemia de Covid-19, diz Pereira, não há demissões. Ao contrário, contratações.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.