Política

Com o hospital municipal em reformas e funcionando improvisadamente em outro prédio e a alta demanda por internamentos pela Covid-19 fez com que o prefeito Stefan Tomé Pauka (PSD), criasse um hospital de campanha. Em fase final de instalação o local será de atendimento exclusivo para os infectados pelo novo Coronavírus.

Pauka informa que, “O prédio onde será instalado o hospital, abrigava uma academia de saúde que nunca foi utilizada”. O local está sendo fechado com tapumes (vedação, geralmente de madeira, usada para fechar ou limitar uma área). Foram adquiridos novos cilindros de oxigênio, camas, ar condicionado.

Segundo o prefeito, “houve também a necessidade de contratação de pessoal (motorista, enfermeiros e técnicos de enfermagem), para dar um atendimento adequado aos munícipes num momento tão difícil pelo qual estamos passando”.

Pauka lembra que, “essa semana foi preciso fechar a UBS, tivemos a confirmação de seis funcionários positivados com a Covid-19. Corríamos um risco iminente de caos na saúde municipal por não conseguir separar os pacientes infectados pela Covid-19 devido à alta demanda por internamentos na cidade”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.