Destaque

MARINHO SALDANHA
DA UOL/FOLHAPRESS

Paolo Guerrero não tem retorno garantido ao Internacional já nos próximos jogos. O peruano voltou a fazer tratamento no joelho direito, que passou por cirurgia no ano passado. O técnico Miguel Ángel Ramírez trata o caso com cautela e evita projeções.
“Ainda nos falta informação, a situação dele precisa ser medida pelo departamento médico. Estamos seguindo um plano de descanso e trabalho para avaliar dia a dia”, disse o treinador após a partida contra o Deportivo Táchira na terça (27).
Foi o terceiro jogo seguido que o centroavante de 37 anos ficou fora. Depois de passar sete meses afastado em razão de uma grave lesão, ele voltou a jogar e estava ganhando minutos para recuperar a melhor forma. Chegou até a marcar um gol, mas o joelho voltou a doer e inchar ao longo da rotina de treinos. Com isso, foi afastado das atividades.
Ainda não há uma garantia de retorno, seja no domingo (2), quando o Inter encara o Juventude pelo Gauchão, ou na próxima quarta (5), quando terá pela frente o Olimpia (PAR), pela Libertadores.
Por outro lado, Taison e Saravia estão integrados e liberados. O atacante já ficou na reserva diante do Deportivo Táchira e entraria no jogo não fosse a expulsão de Palacios, que mudou os planos do comando técnico.
Já o lateral se recupera após ter sofrido a mesma lesão de Guerrero na temporada passada. Com o exemplo do ocorrido com o colega e um longo tempo afastado, o argentino demanda mais cuidado.
A lateral direita vive incerteza depois de Rodinei deixar o jogo contra o Táchira lesionado. Heitor é alternativa principal, e Ramírez pode precisar contar com algum dos jovens promissores da base. O primeiro na fila é Lucas Mazetti, de 20 anos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.